Periférico para games quer tirar o seu sangue. Literalmente!

blood-sports

Ao longo dos anos as empresas e pessoas ligadas à indústria de games testaram diversas maneiras para aumentar imersão nos jogos eletrônicos, mas o que uma empresa de Toronto está propondo deve ser a ideia mais bizarra que alguém já teve para um periférico.

Com o título de Blood Sport: The Ultimate In Immersive Gaming, eles iniciaram uma campanha no Kickstarter onde esperam conseguir pelo menos algo em torno de US$ 222 mil e se tiverem sucesso, a promessa é entregar um sistema em que toda vez que o nosso joystick vibrar, um pouco do nosso sangue será sugado pela máquina, numa tentativa de recriar na vida real a perda de sangue que nosso personagem estiver sofrendo no jogo.

De acordo com o pessoal da Brand & Grotesque, uma placa Arduino ficará responsável por controlar a retirada do sangue, evitando que o jogador perca uma quantidade que possa ser perigosa e por isso teremos que informar nosso peso e idade antes de utilizarmos a invenção, que eles afirmam que nada mais é do que uma máquina de coleta de sangue modificada.

Se tudo correr bem, a promessa é de que o Blood Sport seja lançado no dia 17 de março, mesma data em que o Battlefield Hardline chagará às lojas. Eles garantem que médicos teriam aprovado a ideia, que é importante dizer, não será entregue para cada investidor, mas sim estará disponível em torneios que acontecerem no Canadá e o sangue coletado deverá ser doado para bancos.

Bom, numa época em que até o financiamento coletivo de uma salada de batatas arrecadou vários milhares de dólares, é difícil saber se esta proposta não passa de uma grande piada, mas por mais que eu tente, não consigo ver a ideia com bons olhos.

Tudo bem, a iniciativa pode ser um bom incentivo para a doação de sangue, mas este é um procedimento que está longe de ser tão simples quanto eles querem nos fazer entender, exigindo profissionais capacitados e todo um cuidado com o armazenamento do sangue, o que me faz acreditar que eu não gostaria de deixar o mão sob os cuidados de um bando de malucos.

Na minha opinião, o melhor que os interessados no Blood Sport poderiam fazer é dirigir-se até o banco de sangue mais próximo, fazer sua muito bem vinda doação e depois voltar para casa para casa para aproveitar seus jogos. Não acho legal misturarmos as coisas.

Receba em seu E-Mail nossas promoções!

Por favor, deixe seu nome e e-mail e fique por dentro das novidades!

Não se preocupe com Spam, somente mandaremos um e-mail por mês.

%d blogueiros gostam disto: