Análise à performance: Call of Duty: Advanced Warfare

call-of-duty-advanced-warfare-analise-a-performance-2

Podemos confirmar agora que a versão para Xbox One de Call of Duty: Advanced Warfare usa um modelo de coDnversão dinâmica de resolução – rodando em resoluções entre 1360×1080 até 1920×1080, dependendo da intensidade da ação. Como anunciado por Michael Condrey, um dos fundadores da Sledgehammer, onde isto marca um forte contraste com os 720p de Ghosts nos consoles, aproximando-o muito mais da nítida imagem nativa a 1080p que tivemos no PS4. Mas com este fluxo na resolução, como está a qualidade da imagem no console da Microsoft? E o mais importante, como se mantém a performance entre os dois?

O problema da resolução é uma discussão interessante. Funciona com esperado. Segundo as nossas medidas, as maiores batalhas no nível inicial operam com uma resolução de 1360×1080 no One. A claridade em arestas geométricas é afetada – produzindo contornos borrados nas imagens abaixo – e cria uma aparência mais borrada devido a sub-pixel sampling nas árvores e relva. A imagem inicial dos arranha-céus de Seoul é um bom exemplo, onde os detalhes nas janelas dos edifícios parecem mais limpas no PS4.

Apesar disto se comprovar nas imagens paradas, a diferença é difícil de ver em movimento. O motor de Call of Duty reconstruído da raiz pela Sledgehammer usa muitos efeitos pós-processamento, tais como motion blur de tela completo (e por objeto), filtro de campo de profundidade e uso de aberração cromática. Como resultado, o confronto entre a 1360×1080 mínima no One e a completa 1920×1080 no PS4 é menos perceptível em tiroteios caóticos, onde os rápidos movimentos da câmera frequentemente ofuscam estas arestas de alto contraste.

O One produz uma resolução 1920×1080 nativa, mas apenas em momentos específicos. Áreas interiores, tais como os laboratórios Atlas, tendem a não onerar o hardware para impor um frame inferior. As áreas com poucos NPCs também abrem portas para uma resolução full HD, onde todos os elementos na tela são perfeitamente iguais até ao pixel. Estes momentos não são comuns, especialmente devido à direção focada na ação de cada missão. É claro que a resolução está com frequência a 1360×1080, e é duvidoso ainda quais as resoluções estão empregues entre uma resolução inferior e a superior – uma área que queremos investigar melhor num futuro frente a frente.

No principal, a qualidade de bens é idêntica entre os dois consoles. Desde a gestão da renderização de sombras ao detalhe de texturas, existe pouco para distinguir a versão do One e a do PS4. Mas baseado nas primeiras três missões que analisamos em profundidade, a maior disparidade está na performance e não nos visuais.

Com a atualização 1.04 instalada, a constante resolução 1080p do PS4 tem um preço. Vemos quedas entre 50-60fps durante batalhas nas ruas de Seoul – quedas para 40s ao atirar granadas para procurar inimigos na área. Mesmo em cenas igualadas na perfeição, a performance no One tende a se manter em perfeitos 60fps em comparação.

A única concessão no Xbox One, fora a resolução variável, é o uso de v-sync adaptável. Na prática, os frames causam tear durante picos de efeitos alfa, ou em cenas com múltiplos aliados na tela. Apesar de muito raro, isto ajuda a plataforma a evitar um atraso na apresentação do próximo frame, quando os recursos do equipamento são pressionados de forma inesperada. Comparativamente, a abordagem no PS4 é ativar a v-sync de forma permanente, esperando até o próximo frame ser todo renderizado, causando um pouco mais de trepidação.

Também existem anomalias durante o jogo. A primeira é a trepidação meio frequente nos dois consoles, coincidindo com o sistema de checkpoints. Isto causa uma breve trepidação sempre que o auto-save aparece, que infelizmente para COD, tende a ser no final de cada corredor. Perto do final do vídeo, também notará quedas momentâneas para 30fps num segmento on-rails. Isto afeta os dois consoles como parte de um efeito slow-motion ao saltar entre veículos. Felizmente é uma anomalia e não representa o gameplay geral.

Atualmente, a maioria dos testes foram concentrados na campanha, onde o estúdio se esforçou em termos visuais. No entanto, jogamos um pouco o multi nos dois consoles para obter impressões iniciais na resolução e frames. Precisamos testar mais em vários mapas, mas os resultados iniciais sugerem que a resolução dinâmica está desligada no One, gerando 1360×1080 estática. No PS4, temos 1080p. Isto é significativo, pois o multi é um dos pontos principais para muitos fãs, mas a boa notícia é que os frames gerais parecem sólidos.

A nossa sessão inicial de testes na campanha de Advanced Warfare no One mostra uma melhoria enorme sobre a demo da E3. Os frames chegam aos 60fps com maior consistência enquanto a resolução 1360×1080 aumenta um pouco a proporção geral de pixeis comparado com a versão 900p que jogamos na EGX 2014. No geral, o jogo final é uma melhoria satisfatória sobre as versões anteriores que jogamos no One.

Até agora, a versão para PS4 é um enigma. Roda a 1080p, a apresentação é fantástica, enquanto o console da Microsoft apenas ocasionalmente sobe para essa resolução, em cenas menos exigentes. No entanto, o nível de performance menos consistente a 50-60fps no PS4 é surpreendente, e tendo em conta que o frame é o rei em Call of Duty, ficamos surpreendidos que a tecnologia de conversão dinâmica de resolução não está empregue nos dois consoles.

Temos uma exibição impressionante nas duas plataformas, tem poucas diferenças óbvias nos bens. Em um frente a frente completo, vamos olhar melhor para a campanha e aprofundar o multi. Além disso, vamos avaliar a versão para PC em termos de funcionalidades de renderização, sem falar no nível de performance geral em vários equipamentos.

 

Fonte: BrasilGamer

Receba em seu E-Mail nossas promoções!

Por favor, deixe seu nome e e-mail e fique por dentro das novidades!

Não se preocupe com Spam, somente mandaremos um e-mail por mês.

%d blogueiros gostam disto: