Ubisoft faz campanha para ajudar vítimas do terremoto no Nepal

0 Flares 0 Flares ×

far-cry-4

Se você tem acompanhado as notícias nos últimos dias deve estar sabendo que um terremoto de magnitude 7.8 devastou o Nepal, matando mais de 5.000 pessoas e deixando um número bem maior de desabrigados. Quem está no país tem enviado relatos impressionantes sobre o caos que se instalou no local e como normalmente acontece nessas situações, muitas instituições tem prometido doações para ajudar os afetados.

Uma delas é a Ubisoft, que no final do ano passado lançou o Far Cry 4 e quem experimentou o game sabe que o mapa da campanha principal foi claramente inspirado neste país, que agora tanto precisa de ajuda. Pensando nisso, a equipe envolvida na produção do game iniciou uma campanha para arrecadar dinheiro e assim poder levar um pouco de tranquilidade para os moradores das regiões atingidas.

Tendo passado os últimos anos trabalhando no Far Cry 4, jogo que foi fortemente inspirado pelo Nepal e seu povo, é com o coração pesado que a família Far Cry se une para angariar dinheiro para a Cruz Vermelha Canadense, que está mobilizando sua equipe de hospital itinerante para Catmandu para prestar apoio e assistência médica. A equipe Far Cry igualará as doações até os primeiros US$ 100.000,” explicou a empresa na página da campanha.

Ou seja, dependendo da quantia que as pessoas doarem, a Ubisoft irá dobrar o valor e embora o valor limite estipulado por eles não seja muito alto, num momento como este qualquer ajuda é válida, tornando a atitude da empresa extremamente louvável.

Esta não é a primeira vez que empresas relacionadas a games tentam ajudar vítimas de um desastre como este. Quando o Japão foi sacudido pelo terremoto de 2011 e viu parte de suas cidades serem destruídas por um terrível tsunami, diversas companhias japonesas fizeram generosas doações e até desligaram servidores de jogos online, tudo para tentar reduzir o consumo de energia.

Infelizmente o Nepal é um país pequeno e se não fosse pela ambientação do Far Cry 4, a Ubisoft provavelmente faria como as outras desenvolvedoras e editoras, ficaria quietinha no seu canto apenas contando o dinheiro que entra pelas vendas de jogos e fingindo que, aos pés do Himalaia, tudo continua como antes.

Fonte: Gamespot.

%d blogueiros gostam disto: