Star Wars e a maldita crise econômica de 2008


6 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 3 LinkedIn 1 6 Flares ×

rogue-squadron

Vocês certamente se lembram de 2008, ano em que teve início um das piores crises financeiras que o mundo já viu e que obviamente também afetou a indústria de games. Empresas fecharam as portas, jogos foram cancelados e só agora ficamos sabendo que entre os prejudicados estava a Factor 5 e a franquia Star Wars.

O presidente da desenvolvedora, Julian Eggebrecht, revelou durante uma entrevista que durante muito tempo eles estiveram trabalhando em dois projetos relacionados a franquia e caso eles tivessem sido lançados, tenho a impressão que pelo menos um deles teria feito bastante sucesso.

Penso assim porque o jogo em questão seria uma compilação da série Rogue Squadron, parte da franquia que considero uma das mais divertidas e que a princípio tinha como objetivo o primeiro Xbox. Com o passar do tempo o estúdio mirou outra plataforma, com a coletânea sendo prevista para aparecer no Wii e nele o título deveria fazer uso de vários sistemas de controles, como o Wii Motion Plus para as batalhas com sabres de luz e a possibilidade de utilizarmos o Balance Board em conjunto com o Wii Wheel.

Utilizando uma nova engine gráfica, o que me deixa mais triste é saber que o desenvolvimento chegou a ser finalizado, mas de acordo com o executivo, a péssima situação em que o mundo se encontrava na época foi um dos fatores que impediu tal compilação de ser lançada.

Quanto ao segundo jogo, ele se chamaria Rogue Squadron: X-Wing vs. Tie Fighter e teria como foco as partidas cooperativas, onde deveríamos enfrentar as naves do Império em batalhas muito parecidas com aquelas que nos acostumamos a ver nos filmes. Como este seria um dos primeiros títulos a aparecer no Xbox 360, em determinado momento a LucasArts passou a ter dúvidas se eles queriam ter um jogo para o console no início do seu ciclo de vida e então decidiram cancelá-lo.

Infelizmente a Factor 5 parece ter sido vítima de muitas decisões equivocadas e uma baita falta de sorte, pois embora a Sony tenha se interessado em trazer o estúdio para seu lado, eles não aceitaram trabalhar com esses projetos e preferiam investir numa ideia interna, o que resultou no criticadíssimo Lair e essa sequência de eventos acabou os levando à falência, deixando os fãs do Star Wars sem esses jogos que poderiam ter sido bastante interessantes.

Há algum tempo eu venho dizendo que adoraria jogar um novo Rogue Squadron e essa história só serviu para aumentar a vontade, além de me fazer perceber que embora ela tenha passado perto de ser sanada, isso não deverá acontecer tão cedo.

Fonte: Joystiq.

The post Star Wars e a maldita crise econômica de 2008 appeared first on Meio Bit.