Porsche é processada por acidente que levou à morte de Paul Walker


3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 2 Pin It Share 0 LinkedIn 1 3 Flares ×
Viúva do motorista morto junto com o astro de Hollywood processa a fabricante de automóveis por falhas mecânicas que teriam causado acidente.
Viuva de Paul Walker processa porsche

A viúva do motorista que estava dirigindo o carro envolvido no acidente que matou ele e Paul Walker, em novembro do ano passado, abriu processo contra a fabricante de automóveis Porsche. Segundo o TMZ, Kristine Rodas, esposa do ex-piloto profissional Roger Rodas, levou o caso à Corte Superior de Los Angeles, nesta segunda, dia 12.

No documento, ela alega que o Porsche Carrera GT em que seu marido e o ator de Velozes e Furiosos estavam tinha uma falha na suspensão que impediu que o motorista mantivesse o controle do carro. Segundo ela, Roger tentou manter o carro na pista, mas não conseguiu retomar o comando do veículo depois de bater em um poste de luz.

A viúva do motorista ainda culpa a fabricante pelo carro ter explodido no impacto, dizendo que o veículo não tinha proteção apropriada para impactos, nem um dispositivo que impede que o combustível inflame caso haja uma batida. Essas proteções seriam comuns em carros de corrida e, segundo a viúva, o “Carrera GT é o mais próximo que podemos ter de um carro de corrida”.

O processo ainda alega que a Porsche ignorou diversos outros acidentes que teriam ocorrido com o Carrera GT, sem, segundo ela, ter tomado providências para alertar os consumidores.

No entanto, o documento não reconhece fatos levantados pela perícia sobre o acidente: segundo o relatório oficial, o carro estava entre 128 e 150 km/h no momento da batida, mas, no processo judicial, fala-se que o motorista estava correndo a 88 km/h.

Com um advogado de peso em Hollywood, Kristine Rodas processa a Prosche por negligência, homicídio culposo e responsabilidade decorrente dos defeitos do produto.


Fonte: Tecmundo