Para evitar chororô, personagem do Tekken 7 não aparecerá nos EUA

1 Flares 1 Flares ×

tekken-7

A Namco tem aproveitado os últimos dias para comemorar os 20 anos da série Tekken e com um novo capítulo em desenvolvimento, a empresa revelou mais um personagem que aparecerá no jogo, uma garota chamada Lucky Chloe.

A recepção à novidade não foi das melhores, com boa parte dos fãs tendo odiado a lutadora que usará roupa de gato e ao ser apresentado a um tópico no NeoGAF onde muitas pessoas criticam duramente a personagem e receber mensagens dizendo que os ocidentais estão insatisfeitos ou sugerindo coisas ridículas, como termos a opção de evitarmos batalhas online contra personagens que não nos agradam,  o diretor Katsuhiro Harada não reagiu muito bem aos ataques, usando sua conta no Twitter para dizer o que sua equipe fará a respeito.

A propósito, vocês ‘ocidentais’ se resumem a apenas um fórum? Olá pequeno mundo. Eu farei personagens musculosos e carecas para vocês. Lembre-se, eu disse que temos mais personagens e ELA é UM DELES.

Acalmem-se e não se preocupem. A personagem será ‘exclusiva’ do leste da Ásia e Europa, e direi novamente. Nós teremos novos personagens no TK7, ela será apenas uma delas… nós não a incluiremos na sua região.

Ao ser questionado sobre o motivo dos americanos não terem acesso a Lucky Chloe, Harada voltou a ser duro em suas palavras, dizendo que o público desta região não precisa dela e que a Namco disponibilizará outro lutador, citando como exemplo “alguém que pareça bastante musculoso, careca e com ataques bastante poderosos”, algo com o que ele não concorda, mas se os jogadores de lá precisam disso…

Eu não consigo me lembrar de um jogo que tenha passado por algo parecido, com cada região recebendo um personagem específico e numa época em que muitas pessoas, tanto da indústria quanto jogadores, lutam pela igualdade dos gêneros nos games, o comportamento de alguns fãs neste episódio tem sido simplesmente lamentável.

O caso também volta a levantar a discussão sobre até que ponto os jogadores podem se intrometer na criação de um título, pois ao mesmo tempo em que é muito legal ver as pessoas dando sugestões sobre como deixar um jogo melhor, também corremos o risco de limitar a liberdade criativa dos criadores e isso é algo com o que nunca concordarei.

E para terminar, fico pensando na ironia de ver um bando de marmanjos revoltados por ver uma garota com roupa de gato cor de rosa em seu jogo, sendo que estamos falando de uma série que nos permite jogar como um canguru, um panda, dinossauros ou… um homem árvore.

Fonte:  IGN.

The post Para evitar chororô, personagem do Tekken 7 não aparecerá nos EUA appeared first on Meio Bit.

%d blogueiros gostam disto: