Museu usa Minecraft para divulgar obras de arte

2 Flares 2 Flares ×

tate-world

Algumas pessoas ainda podem não aceitar que os games sejam considerados arte, mas acho que ninguém discordaria que a mídia pode ser uma ótima maneira de divulgar obras de arte e parece ser nisto que está apostando o famoso museu britânico Tate.

Nascido como uma maneira de expor as criações de artistas contemporâneos locais, algo que a National Gallery não aceitava, a instituição enxergou no Minecraft uma ótima maneira de popularizar algumas das pinturas presentes nas suas instalações e assim criou o Tate Worlds, uma coleção de mapas que tentam recriar algumas delas.

Disponíveis gratuitamente através do próprio site do museu, por enquanto temos apenas dois mapas à nossa disposição, um baseado no quadro The Pool of London, de André Derain; e outro no The Soul of the Soulless City (‘New York – an Abstraction’), de autoria de Christopher Richard Wynne Nevinson, ambos tendo cidades como tema.

De acordo com os idealizadores do projeto, outros seis mapas estão previsto para serem disponibilizados, sendo que estes terão outros temas como base e todos contarão com a colaboração de um grupo conhecido como The Common People.

Além de considerar esta uma excelente ideia por incentivar as pessoas a se interessarem pela arte, especialmente as crianças, já que elas são uma grande parte dos jogadores de Minecraft, é muito legal ver a visão que os criadores dos mapas deram para esses tão belos quadros e gostaria muito que outras instituições copiassem a ideia.

Por coisas assim é que digo que, mesmo não sendo um jogador ferrenho do sandbox da Mojang, eu o respeito muito e o considero um dos títulos mais importantes da última década.

Fonte: The Guardian.

%d blogueiros gostam disto: