Microsoft lança client do Skype para browser

3 Flares 3 Flares ×

IMG_0290.JPG

A Microsoft anunciou na última sexta-feira mais uma plataforma que contará com o Skype: a web. O novo client, ainda em fase beta é compatível com as versões mais recentes dos principais navegadores, entretanto há um pequeno problema de compatibilidade que a empresa terá que resolver nos próximos meses.

É evidente que a Microsoft quer que seu programa de chamadas de áudio e vídeo se torne cada vez mais popular: hoje ele está presente no Windows, Mac, Linux, Smart TVs, consoles de videogame e etc., mas ainda não haviam pensado num client próprio para browsers. Até então era possível realizar chamadas somente através do Outlook.com, mas agora a novidade estará ao alcance de todos.

Por enquanto o Skype web só está disponível em algumas localidades e através de convite conseguido no site oficial, pois a Microsoft o está liberando aos pouquinhos. Além disso, por se tratar de um beta há alguns problemas como aumento do consumo de energia no Mac e um maior tempo para completar as ligações. Porém, o maior deles se refere à necessidade de um plugin para que funcione, e como Redmond pretende resolver isso.

O plugin em questão, necessário para o suporte ao streaming de áudio e vídeo é compatível com as últimas versões do Chrome e Firefox, com o Internet Explorer 10 e posteriores e no Mac, com o Safari a partir da versão 6. Porém ele não foi desenvolvido com base no protocolo de comunicação WebRTC, utilizado pela maioria dos navegadores, mas em outro criado em conjunto com o Google chamado ORTC. A desculpa oficial: as APIs do WebRTC eram “complexas demais”.

A Microsoft pretende sim eliminar a necessidade do plugin no futuro implantando o ORTC no IE, enquanto o Google vai introduzir partes dele no Chrome; não se sabe o que a Mozilla vai fazer e a Apple já demonstrou que não irá implementá-lo – e para contornar essa situação Redmond busca fazer com que o projeto W3C inclua o ORTC no WebRTC, de modo a criar um padrão que converse com o programa em qualquer navegador sem precisar de plugins.

%d blogueiros gostam disto: