eSports e o crescimento do uso de drogas entre os jogadores

0 Flares 0 Flares ×

esports3

Assim como acontece com os esportes tradicionais, muitas pessoas costumam enxergar uma aura glamorosa em torno dos eSports, achando que aqueles que se dedicam profissionalmente aos games passam o dia apenas se divertindo e que seus corpos não precisam pagar uma conta bem alta por tamanha dedicação.

Para diminuir um pouco essa ilusão, Simon Parkin publicou um artigo interessantíssimo no site Eurogamer onde fala sobre o uso de drogas por parte de alguns competidores, mais precisamente o Adderall, medicamento muito utilizado no tratamento de transtornos psicológicos, como a TDAH e que pode ajudar a melhorar a concentração e o estado de alerta, mas que também pode causar dependência química e aumenta o risco do usuário ter um AVC ou um ataque cardíaco.

Em um trecho o autor relata a experiência de Steven, jogador que pediu para não ter seu sobrenome revelado e que afirmou que após utilizar a droga em um torneio, procurou um médico para conseguir uma receita e acabou se tornando um viciado, usando-a sempre que ia jogar online ou participar de uma competição.

esports-2Segundo o rapaz, apenas sob o efeito do remédio ele conseguia disputar partidas de forma mais competitiva, já que não sentia a pressão da disputa e assim ele conseguiu uma vaga em uma equipe que disputa campeonatos de Halo e até atraiu patrocinadores.

O preocupante é que de acordo com ele, a utilização de Adderall entre os jogadores se tornou bastante comum nos Estados Unidos, mesmo entre os amadores, com as pílulas inclusive sendo vendidas nos torneios. Para piorar, como esta droga é utilizada por uma boa parcela dos estudantes universitários que visam um desempenho melhor nos períodos de provas, seus usuários não costumam sofrer muita discriminação.

Ainda assim, poucos são os ciberatletas que admitem a utilização de qualquer medicamento para se tornarem melhores ou mesmo aceitam falar sobre o assunto, algo não muito diferente do que vemos no MMA ou entre os atletas olímpicos. De qualquer forma, enquanto não for implementada uma media antidoping nos eSports, a tendência é de que essa prática aumente, apesar de Alexander T. Müller, diretor da SK Gaming, afirmar que tudo não passa de alguma pessoas tentando conseguir fama e que os benefícios atribuídos ao uso de Adderall são exagerados.

Seja lá quem estiver com a razão nessa discussão, o fato é que como em qualquer esporte, existem aqueles que conseguem se destacar sem a utilização de drogas, mas a partir do momento em que alguém diz que a pessoa poderá ter um melhor desempenho apenas ao tomar uma pílula, pode ter certeza que haverá alguém disposto a correr o risco e por isso acho que ainda ouviremos falar muito sobre esse assunto nos eSports.

The post eSports e o crescimento do uso de drogas entre os jogadores appeared first on Meio Bit.

%d blogueiros gostam disto: