Criador do Xenoblade Chronicles fala sobre o jogo (e robôs)

0 Flares 0 Flares ×

Xenoblade-Chronicles

Um dos meus maiores arrependimentos na geração passada foi de não ter comprado o Xenoblade Chronicles. Como normalmente faço, deixei para pegar o jogo depois, quando ele aparecesse por um preço mais em conta, mas infelizmente o RPG teve uma tiragem muito baixa e hoje uma cópia pode valer uma pequena fortuna.

A boa notícia é que o jogo será relançado para o New 3DS, o que o tornará um pouco mais acessível e aproveitando que o título voltou às manchetes, Satoru Iwata bateu um papo com Tetsuya Takahashi, game designer responsável pelo jogo e que tem muitas histórias legais para contar.

Segundo o diretor, a ideia desde o início era criar uma obra-prima do gênero, mas admitiu que esperava que o jogo se destacasse apenas no Japão, já que os ocidentais valorizam muito gráficos realistas e por isso ficou surpreso com o sucesso que o Xenoblade Chronicles fez por aqui.

Takahashi também afirmou que a boa recepção se tornou mais impressionante por o público ocidental parecer estar cansado de JRPGs, mas não deixou de fazer uma crítica aos títulos do gênero criados deste lado do planeta, que mesmo sendo extremamente bem feitos, existe algo austero neles, muitas vezes deixando o aspecto heroico de lado.

O japonês também revelou ser um grande fã de ficção científica, que obras como Captain Ultra, Ultra Seven, Star Trek e Star Wars tiveram uma forte influência em sua formação e falou sobre duas frustrações que teve na infância: uma ao visitar uma exposição e devido a enorme quantidade de pessoas no local, não ter conseguido ver uma rocha que a Apollo 12 trouxe da Lua; e a outra quando seu pai não lhe comprou um robô de brinquedo, situações que ajudaram a fazer com que ele se apaixonasse pelo tema.

Grande fã de Gundam, de robótica e tendo sido uma criança que adorava demonstrar aparelhos eletrônicos, Tetsuya Takahashi se tornou responsável por um dos mais elogiados RPGs dos últimos anos e que mesmo tendo trabalhado em obras como Final Fantasy VI, Chrono Trigger e sendo um dos principais responsáveis pelo Xenogears e pela franquia Xenosaga, infelizmente não é tão conhecido quanto outros gênios da indústria.

Fonte: Iwata Asks.

The post Criador do Xenoblade Chronicles fala sobre o jogo (e robôs) appeared first on Meio Bit.

%d blogueiros gostam disto: