Análise à performance: Borderlands: The Handsome Collection


7 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 6 Pin It Share 1 LinkedIn 0 7 Flares ×

A ideia de Borderlands: The Handsome Collection era promissora: Borderlands 2 e The Pre-Sequel com a promessa de visuais a full HD e suaves 60fps no PS4 e Xbox One. Infelizmente, no lançamento faltou polimento e equilíbrio, tendo um frame muito variável e intrusivo screen-tearing. Na semana passada, a Gearbox Software lançou a atualização 1.02 para corrigir estes problemas. Com um tamanho de 9GB nos dois consoles (cerca de 7GB para The Pre-Sequel e 2GB para Borderlands 2 no One), a atualização muda tudo. Finalmente temos algo perto do que nos foi prometido – 1080p60 nos dois consoles.

Um olhar inicial no PS4 revela grandes melhorias na performance, cenas exigentes operam em frames muito maiores que anteriormente. Um tiroteio inicial sofria de screen-tear regular e fortes quedas nos frames, criando trepidação e uma resposta muito inconstante nos controles. Agora, os frames ficam perto dos desejados 60fps, temos somente pequenas quedas na forma de breves pausas, curtas e raras.

Temos o mesmo nível de otimização em todo o jogo: pequenos tiroteios rodam sem trepidações e locais com grandes distâncias de visão ficam na maioria a 60fps – algo que não acontecia antes. O tearing existe ainda, mas não é um problema tão grande, temos apenas ocasionais frames perdidos quando o motor não alcança os 16ms.

Post completo: Análise à performance: Borderlands: The Handsome Collection