Análise à performance: beta de Star Wars Battlefront no PS4

2 Flares 2 Flares ×

Conseguimos jogar o beta de Star Wars Battlefront no PS4 antes do lançamento oficial, capturando sessões de jogo. Agora conseguimos comparar a performance e a constituição visual do console contra a versão PC que jogamos em Estocolmo. Vamos ser diretos, a versão para PS4 roda a 1600×900, tal como o trabalho anterior da DICE no console. Significa que temos uma imagem convertida, mas o anti-aliasing pós-processamento mantém a imagem limpa.

O jogo tem como alvo os 60fps e na maior parte consegue. Rodar pela neve no nível Assault Walker parece suave, sem quedas perceptíveis. No entanto, o beta no PS4 começa a ter dificuldades assim que chegamos ao último terço deste nível, os veículos AT-AT aproximam-se da base rebelde. Os efeitos alpha vão ao limite quando os dois lados se confrontam e temos repetidas quedas para 50fps conforme caem mísseis ou são atiradas granadas.

Na versão da E3, o nível descia para 40fps ou menos, agora temos 50fps, algo mais sólido. Até ao controlar os AT-AT no meio de todo aquele caos, o jogo mantém agora entre os 50-60fps.

Análise ao frame no beta de Star Wars Battlefront no PS4. As coisas melhoraram desde a versão da E3, mas ainda temos quedas para 50fps.

Estas flutuações para 50fps nos fazem sentir – uma sensação de trepidação que distrai quando o mapa chega ao êxtase. No entanto, fora destes momentos o jogo se mantém bem. Esperamos alguma otimização antes do lançamento final, e esperamos que melhore. Além disto, o mapa Hoth é o pior cenário dos três presentes no beta.

Nos jogos menores em Sulluts, para 16 jogadores, a missão solo em Tatooine, a performance é melhor. A atualização a 60fps é mais consistente nestas áreas menores em que o número de jogadores ou veículos não é o suficiente para produzir o mesmo stress que as lutas de 40 jogadores em Hoth. Fora um ataque com mísseis em Sullust, que baixa para os 50fps, o design do mapa ajuda a manter o frame.

Mas como se compara a apresentação visual com o código do PC que testamos há umas semanas em Estocolmo? Comparamos o console com as quatro definições pré-definidas disponíveis, de baixo a ultra, e os resultados surpreendem. A versão para PS4 roda geralmente no equivalente a high do PC – incluindo texturas, oclusão ambiental, pós-processamento, misturas e cobertura do terreno.

Fonte: BrasilGamer

%d blogueiros gostam disto: